quinta-feira, 30 de julho de 2009

Pausa

Joia achada numa lixeira

Este lindo cãozinho foi encontrado entregue à própria sorte junto a uma lixeira comunitária, numa estrada de chão perto de Curitiba. Estava pele e osso, mas o que mais impressionou foi a expressão de “desisti” que ele tinha nos olhos. Resgatado, está sendo cuidado e alimentado (com ração). Foi vacinado, desverminado, e está gradativamente recuperando o peso e a auto-estima. Deve ter 5 ou 6 anos de idade. Trata-se de um legítimo vira-lata com algumas características de basset hound. É extremamente dócil, tranqüilo, silencioso e – disseram no canil onde ele está – faz coco bonitinho no jornal. Ou seja, não precisa nem de muito espaço. Precisa de uma casa, carinho e respeito, essas coisas que todo ser vivo merece e deveria ter. Se você quer essa jóia, ou sabe de alguém legal que queira, fale comigo: marceloredator@uol.com.br

5 comentários:

Camaleoa disse...

que lindinho! engraçado que quem faz isso não vai pra lixeira, né? devia ser imediatamente arremessado pelo vento e pelo trovão pra dentro de uma caçamba! pra nem levantar mais dali. tomara que alguém o adote logo.

Tati Karpa disse...

Joia rara mesmo, educado ainda por cima? um lord! Pena que moro em SP, e em apertamento... senão ia querer essa joinha com certeza!
Legal seu blog, redator!

Marcelo Amorim disse...

Obrigado, Tati. Fico feliz que tenha curtido esse canto. Pena memso que o Joia não possa viver com você, mas se souber de alguém por aqui que possa e queira, me fala, tá.

Francisnaldo Borges disse...

Eu também tô passando por'isso aqui em casa: uma cachorrinha vila lata entra e fica dormindo no terraço. Não quer sair de jeito nenhum e fica me acompanhando. Mas apareceu de braço quebrado (ou fraturado), dei alguns antibióticos e ela parece e melhorar.

Marcelo Amorim disse...

Francisnaldo, se você puder tambem conseguir em alguma ONG daí que essa cadelinha possa ser castrada, seria ótimo. Se ela está com uma pata quebrada e não tem onde morar, seria muito difícil pra ela passar por uma gravidez. Veja se consegue algo assim. E parabéns pela ajuda que vem dando a ela. Esses bichinhos precisam da gente, e muito.